Em Julho de 2005 participa nas Noites de Fado de Vila Nova de Cerveira, integrando um cartaz composto por Mísia, Pedro Moutinho e Carlos do Carmo.

O ano de 2006 é marcado pela sua estreia discográfica com a edição em Outubro, do seu primeiro trabalho intitulado "(En)Cantos de Fado", onde conta com a colaboração dos conceituados músicos, Luís Ribeiro na guitarra portuguesa, Lelo Nogueira na guitarra clássica e Jaime Martins na viola baixo.

Nesse mesmo mês de Outubro, recebe na Casa da Música do Porto, o Prémio de Revelação 2006, atribuído pela Casa da Imprensa.

"(En)Cantos de Fado" é promovido e divulgado em diversas rádios nacionais e em actuações ao vivo, onde se destacam as realizadas nas lojas "El Corte Inglês" e "FNAC" de Lisboa, Cascais e Almada.

Em Novembro de 2007, a sua actividade é reconhecida pelo Sindicato dos Músicos que lhe emite a Carteira Profissional.


No decorrer da sua actividade actua em diversas casa de fado, tais como o "Café Luso", "D. Quixote", "Os Ferreiras", "Tasca do Careca", "Fora de Portas", "Guitarras de Lisboa", "Timpanas", "Dragão de Alfama", "Nini", "Já Disse", "Tasca do Chico", "O Forcado", "Marquês da Sé", "A Severa", entre outras, o que lhe foi permitindo apresentar o seu trabalho a público de diversas nacionalidades, sempre com enorme receptividade.